Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LA in my heart ♥

12
Jul16

Uma Carta para Campeões!

Para poder escrever isto tenho de dizer: de futebol não percebo muito e nem sequer é o meu desporto do coração. Mas uma coisa tenho de reconhecer, o que pode fazer por um país, é bonito de se ver. 

No início, achei que podíamos chegar longe, mas como muitos desanimei na frase de grupos. Após isso, esta selecção fez-me acreditar que era possível, que Portugal de pequeno não tem nada. Fomos bastante humilhados e maltratados, inclusive pessoas do nosso próprio país não acreditavam. 

Não sou uma pessoa espiritual, mas, às vezes, acredito no destino. E este era o nosso fado! Estava escrito e eu tive a prova disso a partir do momento que a borboleta branca pousou na cara do nosso capitão. Doeu-me o coração vê-lo entrar em campo por duas vezes e, mesmo assim, ser vencido pela dor num dos dias mais importantes da sua vida. Só quem é desportista e passa por esta coisa das lesões sabe, o quão ingrato é ter a vontade e a garra, mas o nosso corpo não corresponder às nossas expectativas. Ele não merecia ter saído assim nem merecia aquela falta de um jogo tão sujo. Um jogo que nos acusaram de fazer. "Dégueulasse?" Não o é fazer o nosso melhor e mesmo assim não conseguir marcar no tempo regulamentar. Dégueulasse é não conseguir fazer melhor do que uma equipa que disseram ter um futebol nojento e então recorrer ao jogo sujo. 

Felizmente, não perdemos o ânimo e fomos superiores. Obrigada Patrício por nos protegeres como ninguém e, para mim, tu sim devias ter sido o homem do jogo. Nosso guardião das redes, algo superior estava contigo a proteger aquela baliza. Bendito poste que não pôs fim ao nosso sonho. Um sonho que já era mais do que o nosso coração podia aguentar. E aí chega o prolongamento. Nós, tugas, somo assim, temos de sofrer até ao fim. Depois de um golo em fora de jogo, vem o verdadeiro dos pés daquele que nós menos esperavamos. (Obrigada Éder!) E foi aí que o Fado se cumpriu, a epopeia portuguesa estava escrita. E nós somos feitos para grandes coisas. É assim que um país ganha vida e tudo celebra pelo mesmo. Há real felicidade no ar, graças ao desporto que o país respira como tradição. Obrigada equipa e Sr. Engenheiro por me concederem a oportunidade de festejar este título com pessoas com as quais não poderei festejar mais nada. Obrigada por nos fazerem acreditar que juntos, podemos tudo. Obrigada por unirem esta nação valente e imortal! 

 

 

Campeões Europeus 2016! Siiiiiiiiii!

 

 

A blogger

O meu nome é Bárbara, tenho 23 anos e sou do Porto. Estudo Línguas e Culturas Estrangeiras na ESE. Sou apaixonada por livros, filmes e séries, e maquilhagem. Sonho ser Comissária de Bordo. Aqui poderás encontrar parte das minhas opiniões, sonhos e desabafos.

Sigam-me

Créditos

Layout by Daniela