Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LA in my heart ♥

18
Out15

Desafio| Baú de Recordações

Olá Layers,

Sim, venho com mais um desafio, mas este vai ter um carinho especial porque sou eu que o vou criar. Há uns dias o meu professor de Espanhol pediu-nos para levarmos para a aula um objecto da nossa infância que nos marcasse. Isso e a vontade de já há algum tempo criar um desafio, deu-me a ideia de criar este desafio que será claro sobre a infância. Espero que gostem!

 

Regras do desafio:

  • Indicar quem criou o desafio
  • Indicar quem te nomeou 
  • Colocar a imagem correspondente ao desafio
  • Responder às perguntas
  • Nomear 5 blogs para responder ao desafio

Bom como foi moi je que criou isto e me nomeei a mim própria, vamos lá passar logo a isto xD

 

 

jhygtgyhuiop.jpg

 

 Perguntas:

  1. Qual o objecto da tua infância que mais te marcou? 
    Acho que não tenho nenhum objecto em particular que tenha marcado a minha infância para além dos normais (chupeta, biberão e bonecos), mas tenho uma manta cá em casa, que ainda é muito usada por mim, que a tenho desde que era bebé e que mesmo que esteja toda rota e blá blá, a vou guardar com muito carinho.

  2. Quem foi a pessoa que mais marcou a tua infância? 
    A minha avó materna!

  3. Qual foi o momento da tua infância que nunca irás esquecer?
    Como eu já disse aqui, eu tenho uma ligação muito especial com a minha avó materna. Ela morreu quando eu tinha 4 anos, mas continuo a ter recordações dela, o que para mim é sem dúvida um sinal desta ligação e para mim ela é como um ídolo. Muita gente aponta os pais, eu aponto a minha avó! Ela morreu de cancro, começou no fígado e depois alastrou-se pelo corpo todo. Felizmente, não me consigo recordar de quando ela estava mesmo doente e em fases terminais, lembro-me dela saudável a cuidar de mim a todo o instante e quando estava no hospital. Eu era a neta mais nova e a que vivia mais perto dela, portanto estão a ver quem é que ficava com os mimos todos, não estão? A minha avó foi a primeira pessoa a pegar-me ao colo quando eu nasci, não foi a minha mãe (eu nasci de cesariana, portanto a minha mãe ainda estava no quinto sono). E dizem que os bebés criam alta ligação com a mãe nesse momento, talvez eu tenha criado com a minha avó e seja por isso que ela é tão importante para mim. Há uma memória que eu nunca vou esquecer, duas aliás, uma era a trança que a minha avó fazia todos os dias e depois domava-a numa rede tipo as bailarinas, ela tinha um cabelo gigante (quem dera), a outra já ela estava doente e estava no hospital (velho, visto que agora há um novo) aqui da zona, a minha irmã do meio tinha acabado de nascer e ela veio conhecê-la, estava com uma camisa de noite até aos pés e um robe daqueles fininhos e estava a descer as escadas que são tipo aquelas de pálacios ou de entradas de hóteis fancy como vemos nos filmes. Esse hospital esteve durante muitos anos fechados, mas de há uns anos para cá abriram só o piso do rés do chão e o meu avô paterno foi lá visitar um primo e eu fui com ele, passei por essas escadas e lembro-me disso como se fosse hoje. Muitas vezes desejo que ela tivesse aqui a apoiar-me nas derrotas e nas vitórias e como seria poder abraçá-la, mas infelizmente não vai acontecer, no entanto será sempre aquela pessoa que me marcou!

  4. Uma brincadeira que adorasses? 
    Como qualquer criança, eu adorava brincar portanto há muitas brincadeiras que eu gostava, mas acho que a predilecta era o esconde-esconde. Eu vivo num apartamento e cá no prédio quando eu era criança havia muitas outras crianças com mais ou menos a mesma idade que eu e como o pátio tem imenso espaço para brincar, nós juntavamo-nos todos para o fazer, especialmente no verão e durava até às tantas da noite. Às vezes, éramos uns 12/13 a jogar e assim é que é divertido e de noite para ser ainda mais complicado de nos encontrar. O meu sítio predilecto era ir para trás das garagens, continuava por trás do campo de futebol que tem ao lado do prédio, punha-me atrás dos contentores do lixo, depois se não estivessem a ver, subia atrás dos carros todos que estavam no estacionamento em frente e, por fim, esperava que a pessoa que estava a procurar as outras se afastasse do ponto onde me tinha de livrar. Era vida, aquilo!

  5. Que tipo de criança eras?
    Acho que era a típica chorona quando era bebé e durante os primeiros 4 anos uma mimada, primeira filha, com brinquedos só para mim, pais só para mim, quarto só para mim, roupa feita à medida exclusivamente para mim (tinha um tio que tinha uma fábrica e a minha mãe trabalhava lá), etc. Mas comparada com as minhas irmãs era a mais calminha. A minha irmã do meio estava sempre a fazer asneiras e a magoar-se, a minha mãe passava a vida com ela no hospital. A minha irmã mais nova, foi e é muito birrenta, tem de ser tudo como ela quer e tudo para ela.

  6. Quais eram os teus desenhos animados preferidos?
    Eu gostava de imensos (again), mas um que eu adorava e continuo a adorar porque há dois anos atrás, de noite, via com a minha irmã mais nova, são as Navegantes da Lua. Bem aquela música é tão viciantes, esqueçam, eu adorava as roupas e as tretas e o Luna, ai quero voltar xD

 

Nomeadas:

Pandishiro ayatoniceRapariga em LisboaRaggedy Woman

 

Espero que tenham gostado das respostas e do desafio, beijinhos

assinatura blog.png

 

8 comentários

Comentar post

A blogger

O meu nome é Bárbara, tenho 23 anos e sou do Porto. Estudo Línguas e Culturas Estrangeiras na ESE. Sou apaixonada por livros, filmes e séries, e maquilhagem. Sonho ser Comissária de Bordo. Aqui poderás encontrar parte das minhas opiniões, sonhos e desabafos.

Sigam-me

Créditos

Layout by Daniela