Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LA in my heart ♥

22
Out15

Let's talk about serious stuff #1

Eu sei que este é um assunto cliché, mas apeteceu-me falar sobre isto e saber a vossa opinião uma vez que este verão estive bastante em contacto com esta questão de gravidez e aborto! (calma que não passei por nenhuma dessas coisas, felizmente) Como sabem, estas semanas nas minhas aulas de inglês têm havido apresentações orais. Uma rapariga decidiu falar sobre o aborto, sempre aquele assunto bastante mediático porque há quem aceite e há quem não aceite, depois vem a questão da religião e blá blá. A minha colega defendeu que estava de acordo com o aborto apenas em alguns casos como por exemplo: a gravidez ter resultado de uma violação, o feto estar com deficiências graves ou não ter quaisquer meios para sustentar o bebé. Até aqui tudo bem! Depois disse que nos casos em que não concorda é porque acha que devemos levar com as consequências dos nossos actos e que, se realmente não quiserem o bebé, sempre o podemos dar para adopção. Aqui vai a minha opinião: Eu sou a favor do aborto, pelo simples facto de que me imagino nessa situação. E se eu tivesse nessa situação, agora com 21 anos, faria o aborto porque não tenho condições nenhumas para ser mãe para além de que iria deixar o meu curso a meio e acabaria com os meus sonhos para sempre. No entanto, não concordo com uma coisa que ela disse que é a parte da adopção! Eu sei que pode ser um pensamento egoísta, mas eu acho que é muito mais "fácil" fazer um aborto do que levar uma gravidez até ao fim em que se cria uma ligação emocional entre mãe e filho e depois ter de se "desfazer" do bebé, que é parte dessa pessoa. Eu digo com sinceridade, era capaz de fazer um aborto, apesar de saber que isso provavelmente sempre me iria pesar na consciência, mas dar um filho para adopção, não conseguia... Não recriminando quem o faz porque sem dúvida que se não se tem condições para o criar, muita gente dá os filhos para a adopção com intenção de que eles tenham um futuro melhor e melhores condições de vida. Eu simplesmente não o conseguiria fazer! Vá, digam-me da vossa justiça?!

 

assinatura blog.png